quinta-feira, 22 de abril de 2010

Vento do desalento...


Cai a noite…
O vento chega em desalento
E aproxima-se de tantos…
Tantos…que nem se sabe de quantos…

Instala-se o medo em pranto
Rios de lágrimas, formam o manto…
Que se estende no desconhecido
Rios de perguntas pairam no ar
Muitas respostas ficam por dar
E nasce um terror muito contido

A vida é pensada a cada momento
Cada dia… cada tormento…
E o vento vai soprando sem norte
A guerra está instalada
Cada guerreiro prepara a cilada
Tornando-se um ser cada vez mais forte

Não! Eu contigo não caminho!
Nem lutarei sozinho…
Mas estarei na linha da frente
Serás derrotada…oh! Noite escura
Noite sem pudor ou bravura
P´la força de tanta, tanta gente…

Oh! Vitoriosos desta noite
Heróis das forças deste vento
Que sobrevivestes a cada açoite
Mensageiros da coragem e alento.


4 comentários:

Osvaldo disse...

Paula;

Que bom que é de ler teus poemas, profundos de sentimentos e este dedicado ao vento, mesmo sendo do desalento, vem mostrar a magia que o vento pode transportar em noites de angústia e solidão.

O poema é lindo e a parte literária é de uma intensidade de nos obrigar a reler para nos embriagar-mos com a dôce poesia.

bjs, Paula.
Osvaldo

Micá Esteves disse...

É muito forte! Este vento arrebatador que, por onde passa, agita e arranca tudo e todos em seu redor. A luta de pé firme derradeira é essencial! Agarrados à vida afincaremos a defesa...

É muito intuitiva a mensagem. Perfeito, mesmo. Beijinhos e uma boa noite.

Alvaro Oliveira disse...

Amiga Paula

Agradeço sua visita e comentário em meu espaço.
Aproveito esta minha entrada em seu espaço para dar conhecimento que por dificuldades de visão me levaram a reduzir meu tempo e assiduidade nos blog's.
No entanto, por motivo de um considerável agravamento da minha situação, me vejo obrigado a ausentar-me de todos meus espaços na NET, por um tempo indeterminado,
pois estou para ser submetido a cirurgia aos olhos.
Entrei numa fase de tratamento, para em seguida ser operado.
Espero poder regressar em pleno e o mais breve possível.

Beijos

Alvaro

María del Carmen disse...

Muy buen post y hermoso versos....

...a magia que ao vento...
que o vento pode...

...transporta em noites...noites
a noite de angutiae tristeza....

Un hermoso poema que todo lo dice!

TE DEJO

FELIZ DÍA DEL TRABAJO PARA TODOS!

Con la esperanza de tener dignidad de vida con trabjo justo!

Por ello

A todos ustedes les abrazo en oración para tal!

y

Paso a dejar mi huella para agradecerte todo lo que brindas.

Paso a dejar mi huella por la luz que eres.

Paso a dejar mi huella para decirte gracias por estar.

Paso a dejar mi huella e invito a pasar por mis solares a tomar nuevos temas sobre el trabajo y a llevar algo que he dejado

Mi cariño y mi paz dejojunto a una rosa amrilla,para que recuerdes que mucho te quiero!
Marycarmen

www.cuerposanoalmacalma.blogspot.com
www.lasrecetasdelaabuelamatilde.blogspot.cm
www.panconsusurros.blogspot.com
www.walktohoriozn.blogspot.com
www.newartdeco.blogspot.com