quinta-feira, 13 de novembro de 2008

Simplesmente só...


Ai de mim que tanto te amo
E que não te encontro nas minhas frias noites
Na escuridão não te vejo no caminho
E a saudade sangra-me o coração com açoites

Perfumei-me com aromas de flores silvestres
Para que sentisses no meu amor a liberdade
Á tua espera alimentei-me de paixão
Vestida de prazer e de verdade 

Fiz a nossa cama em branco linho
E com pétalas de rosas abracei romãs
Embriaguei o amor com verde vinho
Mas sozinha acordei todas as manhãs.


11 comentários:

Osvaldo disse...

Olá Paula:
Simplesmente só... é um poema a ler, decorar e meditar todos os dias.
O poema é lindissimo mas a última estrofe é divina, principalmente quando se embriaga o amor com verde vinho numa cama de pétalas com bagos de romã...
bjs

Carlo Rochas disse...

Um abraço amigo cheio de sinceridade e carinho. Excelente fim de semana proveitoso.

Beijo.

Nilson Barcelli disse...

A solidão torna sempre as noites frias...
Belo poema. Gostei da foto também.
Beijinhos.

Gui disse...

Bonito este poema. Acredite que a solidão pode não ser definitiva eum dia haja alguém, ou esse alguém que já exista abra os olhos para o mar de beleza, ternura e amor que está preparada para ele.
Gostei muito do seu blogue.

Maria disse...

Olá Paulinha,

Simplesmente, MAGNIFICO!
Perfeitamente ilustrativo do vazio. A sensibilidade com que captas e traduzes a vibração, encarnando em perfeita simbiose, os sentimentos de quem te rodeia... que, também, passam a ser teus... e meus... Obrigada! Continuas muito especial...
Até breve.

mundo azul disse...

...bonito!
Gostei demais do seu poema, Paula!

Beijos de luz e um domingo muito feliz!!!

Chinha disse...

Um belo poema de espera.

gostei muito

Bom domingo


bjinhos

Ailime disse...

Muito lindo o seu poema, construído com palavras muito belas!
Gostei muito.
Um beijo.

Vieira Calado disse...

E agora que é Inverno... que bom é acordar no quentinho (rs)
Não leve a mal...

Essas coisa acontecem... a todos nós.

Bom Domingo

literatura disse...

Olá Paula!
Ainda bem que encontraste o meu blog, pois assim tenho mais uma amiga. Por isso a tua visita será sempre benvinda.
Li e vi as postagens. Os poemas são muito interessantes, porque exprimem sentimentos muito comuns a todas as pessoas. As fotos mostram as realidades da vida.
Parabéns.

Beijinhos e Felicidades.

MACAQUINHA disse...

BOA AMIGA, E TENS RAZÃO ACORDA-SE SEMPRE SÓ.
A VIDA É UMA LUTA TODOS OS DIAS.
MAIS UM DIA QUE PASSA
MAIS UMA ESPERANÇA PERDIDA
MAIS UMA FOLHA ARRANCADA
DO CALENDÁRIO DA VIDA.

HOJE CONSEGUI ARRANCAR O MEU FILHO DO COMPUTADOR.